É tempo de sonhar, é tempo de viver, é tempo de amar, é tempo de ser amada também.

Quero tempo pra tudo e não tenho tempo pra nada. É viver pra sentir e não ter pra onde ir…

É associar o certo ao necessário.

É abstrair o que não convém e sugar o essencial

É meu desejo em cima do muro da angústia, angústia da saudade

Essa saudade que vem, que massacra e que exagera na sua dimensão

É pensar que os meus olhos precisam de um par pra se encontrarem

Que minha mão precisa de algum toque pra confortar meus dedos trêmulos

É querer isso tudo de uma vez e se conformar com as migalhas que o destino oferece, sem piedade

Ser pra ver, ver pra crer, esperar pra ter.

Anúncios